• jamrighetto

A LAGARTA E A BORBOLETA

Atualizado: 24 de Ago de 2020



É uma grande verdade que nossa situação se assemelha muito estreitamente a de uma lagarta a alimentar-se de uma folha e cuja visão e percepção se estendem apenas mui pouco além da folha que ela devora.



Quão difícil seria a essa lagarta transcender suas limitações, ampliar sua visão e compreender que sua folha faz parte de uma enorme árvore com milhões de folhas semelhantes, com sua vida própria, perpetuada durante milhões de gerações de vidas como a sua e que a árvore por sua vez, é apenas uma unidade de uma vasta floresta de dimensões incalculáveis para seu minúsculo cérebro!



E se por desusual desenvolvimento, uma lagarta conseguisse vislumbrar o vasto mundo que a rodeia e procurasse expor sua visão a suas companheiras, quantas destas a descreriam e ridicularizariam-na, quantas não lhe instariam para que não perdesse seu tempo em tais invencionices sem proveito, porém se convencesse de que o único objetivo da vida é procurar uma boa situação numa folha suculenta, para dela extrair o mais possível!!!



Quando, mais tarde, se torna uma borboleta, sua visão se amplia e entra em contato com uma beleza, uma glória e uma poesia na vida de que dantes não fazia idéia.



É o mesmo mundo, e contudo tão diferente, meramente porque lhe pode ver mais e por ele se move de nova maneira.



Cada lagarta é uma borboleta potencial e temos a vantagem sobre estas criaturas, no fato de podermos antecipar o estágio da borboleta e assim aprender muito mais acerca de nosso mundo, aproximarmo-nos muito mais da verdade, gozar a vida muito mais e fazer muito mais benefícios”.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo